Ajudar crianças com Dislexia a melhorar o aprendizado

Como sabemos a dislexia causa dificuldade no aprendizado e nosso tema é como ajudar crianças com dislexia para que possa aprender com maior facilidade, pois em algumas coisas pode sentir um pouco de dificuldade, é um post voltado a pais e professores.

Ajudar crianças com dislexia, muitas vezes os professores notam uma dificuldade em aprender certas coisas, pois nem tudo será difícil mais em algumas tarefas.

É precisos e manter atento a cada aluno e notar as tarefas onde ela sente maior dificuldade, assim poderá montar atividades suplementares que ajudarão no desenvolvimento mais rapido.

características das crianças com dislexia

Eles têm um pouco menor auto-estima e precisam de muito incentivo e reforço positivo.

Estas são crianças que fazem um grande esforço para entender um texto ou um slogan.

Ao fazer um esforço maior, eles se cansam mais rápido e experimentam mudanças repentinas de humor. Assim podem ser virados, irritados, nervosos e querer parar de fazer os exercícios enquanto começa cansados.

Por esta razão, o incentivo dos pais e professores é essencial para que as crianças com dislexia sejam motivadas a não desistir.

Uma criança que pode entender é capaz de maximizar seus próprios recursos e criar suas próprias estratégias em face de suas dificuldades.

Ainda assim, se você tem filhos com dislexia em sua escola ou em casa, nós, em Atividades de Ensino pode ajudá-lo como já fizemos uma grande seleção de atividades selecionadas dislexia para você.

Trabalho em casa ajuda muito

Leia em voz alta todos os dias. Se o seu filho ainda é uma criança, aconselhamo-lo a ler histórias em quadrinhos. Se for um pouco maior, uma história do famoso Harry Potter pode ser uma boa solução. Para um adolescente, considere ler artigos de revista, jornal ou talvez uma receita. Ler em voz alta diariamente pode permitir que seu filho compreenda e expanda com mais sucesso sua base de conhecimento global. Prática

Perceba quais são os interesses do seu filho. Uma criança com dislexia e outros problemas de leitura é mais provável estar interessada em um livro se seu assunto é do interesse.

Use audiolivros. A internet é um grande contribuinte e pode ajudá-lo a encontrar os tópicos mais desejados. Nas livrarias, alguns livros também são vendidos em formato digital. Você sabia que ouvir uma história em seu computador enquanto olha para suas palavras pode ser uma boa ajuda para ensinar seu filho? É verdade.

Como interagir com a criança?

É na escola que a dislexia realmente aparece. Há disléxicos que revelam suas dificuldades em outros ambientes e situações, mas nenhum deles se compara à escola, onde a leitura e a escrita são permanentemente utilizadas e, acima de tudo, valorizadas.

No entanto, a escola que conhecemos certamente não foi feita para disléxico. Objetivos, conteúdo, metodologias, organização, operação e avaliação não têm nada a ver com isso.

Não é por acaso que muitas pessoas com dislexia não sobrevivem à escola e são negligenciadas por ela. E aqueles que são capazes de resistir a isso e fazê-lo, astutamente e corajosamente, por meio de dispositivos que lhes permitem contornar o tempo, os modelos, as demandas burocráticas, as demandas dos professores, as humilhações sofridas, e especialmente as notas.

O que fazer para ajudar seu filho com dislexia

A dislexia não é uma doença, mas uma desordem. Disléxico tem conexões cerebrais defeituosas no processo de leitura e tende a ter dificuldade em distinguir fonemas de sílabas. (Um fonede é, por exemplo, as palavras “capa” e “canto” são distinguidas apenas pelos fonemas “m” e “c”).

A criança disléxica não pode reconhecer palavras que já leu ou estudou. Suas conexões cerebrais não identificam palavras, então elas têm grande dificuldade em ler porque cada palavra que você lê parece ser nova.

É necessário prestar atenção às dificuldades apresentadas pelas crianças, por exemplo, na leitura. Ele impede que o aluno seja fluente, como ele faz mudanças ou omissões de letras, inverte sílabas, apresenta leitura lenta e salta linhas ao ler um texto.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *